Assisti ao filme “A forma da água” nessa quinta feira 08/02 e logo quis vir contar pra vocês minhas impressões sobre o filme. Resenha do filme A forma da água

Resenha do filme A forma da água

O longa é um romance e conta a história de Elisa, uma mocinha muda que faz parte da equipe de limpeza de um laboratório secreto do governo.

O filme se passa durante a Guerra Fria na década de 60. Dentre rivalidades e conflitos entre os EUA e a Rússia – União Soviética na época – uma criatura aquática é capturada e levada ao laboratório para estudos. Elisa se aproxima do ser e descobre que ele tem características humanas: Anda com duas pernas, é capaz de sentir e se comunicar.

Resenha do filme A forma da água

Diante da notícia de que matariam a criatura, Elisa conta com a ajuda de sua amiga de trabalho Zelda e seu vizinho Giles para colocar em ação um arriscado e corajoso plano de resgate.

Solidão

O filme é curiosíssimo por conta do comportamento e história de Giles e Elisa. Ambos são solitários e amigos há muito tempo. Adorei o fato do filme retratar os dois como fiéis amigos e não transformar essa amizade em um envolvimento amoroso. Esse tipo de coisa ajuda a acabar com a ideia de que não existe amizade entre homem e mulher. Resenha do filme A forma da água

Resenha do filme A forma da água

O nu se faz presente em diversos momentos do filme que assim como o longa Me chame pelo seu nome, carrega um leve e natural ar erótico.

Escuridão

Confesso que desde o começo achei o filme muito escuro. O último que assisti antes dele foi o Me chame pelo seu nome, que é um filme com ar leve e claro, enquanto A forma da água é totalmente o contrário. As imagens, cores e fotografia retratam bem o clima de tensão da época mas ao mesmo tempo trazem um ar old times e apaixonado para Elisa. Conforme o filme vai acontecendo vamos nos acostumando com a escuridão. Resenha do filme A forma da água

Resenha do filme A forma da água

Já na parte final do filme fiquei pulando na cadeira. Muita emoção, não tinha ideia do que poderia acontecer e sinceramente torcia pela morte de um certo personagem! Eu não diria que o final é surpreendente, mas os efeitos e tratamento da imagem ao fim do longa são encantadores.

Opinião Final

Gostei do filme, achei o história apaixonante e me identifiquei um tanto com a sensação de solidão, principalmente da parte de Giles. Não quero falar muito dele para não tirar o brilho das surpresas que o filme traz, mas adianto que ele é um sr. muito amável e um verdadeiro amigo para Elisa.

“A forma da água” ganhou o prêmio de melhor produção cinematográfica do ano do Sindicato dos Produtores da América (PGA) e foi indicado a 13 prêmios do Oscar 2018. Resenha do filme A forma da água

Assisti ao filme no Kinoplex do Shopping Tijuca na sessão das 18:30 h. Paguei meia entrada (sou universitária) no valor de R$ 18,50. Você pode consultar onde o filme está passando, horários e valores aqui.

Abraços! ❤