Sempre me perguntam nas redes sociais o que eu acho da dieta paleolítica, porém eu não queria aparecer só pra dizer o que é e o que acho sem saber se dá certo efetivamente ou não. Por isso na semana passada decidi testar a paleo e me surpreendi.

Lembrando que cada organismo é único e responde a alimentação de uma forma, ok?

Comecei a pesquisar sobre a dieta Paleolítica e vi que ela tem muito a ver com a dieta prescrita pela minha nutricionista, sendo a única diferença a quantidade de carboidrato. Na dieta que a minha nutricionista passou pra mim, devo ingerir carbos como batata, inhame e aipim, enquanto na dieta Paleolítica deve-se evitar carboidratos assim (legumes e verduras que nasçam abaixo do solo).

Fiquei aliviada, pois não queria sair muito da linha da minha nutri, afinal estou conseguindo êxito na perda de peso e no ganho muscular. 😀 As únicas mudanças que fiz foram quanto aos carbos, diminuindo-os, e quanto ás proteínas, aumentando a quantidade.

A dieta paleolítica é uma dieta com restrição de carboidratos, ou seja, low carb.

É como a dieta Atkins e Cetogênica, porém segue os seguintes tópicos:

BASE:

  • Comer comida de verdade (evitar alimentos industrializados e/ou artificiais)
  • Evitar açúcar, grãos e cortar o trigo e seus derivados (arroz, feijão, etc)
  • Consumir gorduras naturais (óleo de coco, azeite, abacate)

Na dieta paleolítica pode-se comer carne de todos os tipos, menos os embutidos (pois são industrializados, cheios de conservantes, corantes e aditivos químicos). Nozes e gorduras naturais como óleo de coco e azeite de oliva também são liberados, assim como frutos do mar e ovos.

dieta paleolítica

Alguns dos alimentos permitidos na dieta paleolítica.

As verduras da dieta paleolítica são aquelas que crescem acima da terra, como tomate, agrião, rúcula e alface. Pode-se comer cenoura e beterraba, porém com moderação. 😉

Achei algumas divergências quanto aos laticínios, pois a lactose é um tipo de açúcar. Porém no geral pode-se consumir iogurte feito naturalmente em casa, queijos e outros derivados do leite com mais de 40% de gordura (incluindo a manteiga, ó!).

Frutas vermelhas tem menos frutose e podem ser ingeridas com mais tranquilidade, porém devemos ingerir com moderação as demais frutas,  pois elas contém mais açúcar.

dieta paleolítica

Alguns dos alimentos recomendados na dieta Paleolítica

Achei a dieta tranquila, ainda mais pra mim que já não uso açúcar em nada, não sou fã de grãos ou massas nem gosto de pão (qualquer coisa que eu coma com farinha de trigo me causa azia, seja ela normal ou integral). Como na dieta original da minha nutricionista eu aprendi a comer mais folhas e ingerir azeite, essa parte também foi tranquila. A maior diferença das duas dietas é realmente a ingestão de carboidrato, que é quase nula na dieta paleolítica.

EXEMPLOS DE PRATOS:

CARDÁPIO QUE SEGUI:

Café da manhã:

  • 2 ou 3 ovos inteiros, fritos no óleo de coco (de preferência orgânico).
  • 1/4 de mamão formosa com chia ou 1/2 de mamão papai com chia (1 colher de sopa).

Almoço:

  • 1 ovo inteiro feito no óleo de coco
  • 1 bife de frango médio/grande feito no óleo de coco ou na água
  • 1 prato fundo cheio de verduras (alface, agrião, rúcula, tomate, etc)
  • 2 colheres de azeite extra virgem

Lanche da tarde (receita inspirada no lanche passado pela minha nutricionista):

Jantar:

  • O mesmo que no almoço OU
  • 1 bife de frango médio feito no óleo de coco
  • Legumes cozidos no vapor ou assados
  • 1 colher de sopa de azeite extra virgem

Muitas pessoas comem bacon, carne vermelha bovina, suína ou embutidos artesanais, porém eu não ingeri esses alimentos só e apenas por não gostar. Se você gosta de carne, coma-a. Ela, as gorduras naturais e as verduras são a base da dieta paleolítica.

PIRÂMIDE ALIMENTAR:

dieta paleolítica

Fonte: Redação Veja Rio

DICA:

INTESTINO

É importante consumir muitas verduras, azeite ou outra gordura boa e beber muita água para manter o intestino funcionando. É perigoso ficar com a carne muito tempo dentro de ti, pois ela pode apodrecer e você pode ter gases ou cólicas. Fora isso, a saúde do intestino é a saúde do corpo. 🙂

RESULTADO:

Seguindo o cardápio acima emagreci 2 kg em 5 dias sem muito exercício físico. Fiz caminhada apenas 2 dias na semana. Senti uma grande mudança nos braços e região abdominal. Além disso fiquei muito bem disposta, com muita energia e mesmo menstruada, não sofri com a TPM.

Assista também ao vídeo que fiz contando sobre minha experiência com a dieta Paleolítica:

OPINIÃO:

Gostei MUITO da dieta e do cardápio. Fez muita diferença pra mim, a comida é fácil e rápida de fazer e é fácil comer na rua, afinal em qualquer lugar tem carne, folhas e azeite. Dá pra seguir sem neura, incorporar o cardápio no seu dia a dia e comer 1 besteirinha por semana sem engordar nem sentir culpa, pois ela realmente não fará diferença.

Seguem links para pesquisas sobre o tema:

Blog José Carlos Souto – Dieta Low Carb e Paleolítica
Saúde Primal – Ideais da dieta Paleo
Minha Vida – Pós e contras da dieta paleolítica
Senhor Tanquinho – Cardápio para dieta Paleolítica