Uma das coisas que mais me incomoda em ser gorda é ser ignorada e não ser levada a sério por algumas pessoas. Gordofobia tá aí pra quem quiser ver e pra quem se faz de cego também.

Na faculdade, quando minha presença é ignorada. Na família, quando qualquer fala minha é tratada como irrelevante. No trabalho, quando meus comentários são descartados. Nos relacionamentos, quando pensam que podem fazer o que quiserem de mim, afinal eu sou gorda e tenho que dar graças a Deus por existir algum ser digno de fazer a caridade de ficar ao meu lado. gordofobia

Photo by Yoann Boyer

Foto: Yoann Boyer para Unsplash

Gordo é lento, vive doente, não contrate! Gordo transa mal, é sujo, não namore! Gordo é egoísta, só pensa em comer, não seja amigo! Gordo afasta crush, enfeia a festa, não se aproxime!

Quando você é gordo já começa as relações no negativo, pois seu corpo chega primeiro te dizendo que você é menos que os outros. As pessoas nasceram ouvindo que gordo é preguiçoso, que ser gordo é feio, que é a pior coisa do universo. Como lutar contra isso? Como continuar fingindo que o estranho na rua que te olha torto faz isso porque se preocupa com a sua saúde, e não porque sua aparência o incomoda? gordofobia

Ser gordo é levantar todo dia com 20 kg a mais de peso psicológico para começar o dia. É ver todo mundo te olhando e emitindo opinião quer você coma uma bala ou um tomate. Ser gordo é ver seu corpo sendo o assunto do jantar de família, é levar puxão de orelha de amigo porquê você “não tá se cuidando“. É ouvir do boy que mais pra frente ele te leva pra conhecer a família dele, os amigos dele, o gato, o cachorro… Por agora você que fique aí, quietinha e escondidinha, mas que transe bem hem! Pelo menos isso!

É complicado ser gordo, mesmo quando você está em processo de emagrecimento, que é o meu caso. Mais que as zoações e agressões físicas, não ser levada a sério e ser ignorada apenas por causa da minha aparência sempre me doeu muito. Eu via pessoas padrão falando asneiras e sendo aplaudidas, enquanto eu, desvendando o mistério do universo que fosse, via as pessoas suspirando e revirando os olhos no estilo “lá vem a gorda“.

Isso machuca muito. Pra mim, machuca mais que todo o restogordofobia

Como é ruim ter que lutar 10 vezes mais que uma pessoa padrão para ser levada a sério, e mesmo assim muitas vezes não conseguir. Como é ruim se esforçar para estar sempre mais profissional, mais séria, mais arrumada que os outros para conseguir alguma fagulha de credibilidade, afinal mesmo séria, arrumada e com um baita currículo, você ainda é gorda.

A gorda do escritório, a amiga gorda, a gordinha, a gorda do rolê.
Difícil é te chamarem pelo nome.

Sigo Seguimos resistindo e peitando essa sociedade que ainda é tão preconceituosa com tudo que foge do clássico comercial de margarina. Queria só dizer isso mesmo.