Reeducação alimentar é reaprender a comer, procurando ingerir alimentos mais saudáveis. Não é ditadura, mas sim a busca por uma vida mais equilibrada, onde priorizamos os alimentos que favorecem a nossa saúde.

Estou em processo de emagrecimento e já passei por muitas dietas. Hoje busco seguir uma alimentação equilibrada não esquecendo de um dos meus objetivos, que é emagrecer.

Costumo comer em horários fixos, mas não por imposição e sim porque me acostumei a comer nessas horas e é nelas que sinto fome. Quanto á quantidade de refeições, há dias em que como 3 vezes e outros em que como 5. Depende da minha rotina e necessidade de nutrientes do dia.

Manhã

Dieta Bárbara Cavalcante

Pela manhã sempre bebo ao menos dois copos de água antes de começar a comer algo. Depois como ovos fritos no óleo de coco e alguma fruta, como mamão, abacaxi ou ameixa, sempre em pouca quantidade. Quando estou sem vontade de comer ovos como peito de frango desfiado ou alguma outra proteína. Se quero beber algo costumo tomar chá, que pode ser morno ou frio.

Almoço

Dieta Bárbara Cavalcante

No começo da tarde costumo comer alguma proteína, como frango ou ovos, com verduras e legumes. Como mais verduras como agrião e alface, e legumes como cenoura e chuchu. Também adoro tomate. Uso sempre azeite de oliva extra virgem, ao menos 1 colher de sopa.

Se eu for comer ovos os frito com óleo de coco, já se for comer frango o faço na air fryer.

Jantar

Dieta Bárbara Cavalcante

A noite repito o almoço ou como ovos. Também como ameixa ou maçã e gosto de tomar chá.

Lanches

Quando sinto fome entre as refeições consumo proteína e alguma fruta, como damasco ou ameixa. Se sinto vontade de comer doces esse dois me saciam bastante.

O que beber?

Bebo água e chás mornos e frios (tudo sem açúcar). Quando saio evito bebidas alcoólicas e procuro consumir mate (da Leão mesmo) ou sucos de fruta sem açúcar. Uma boa opção são os sucos das frutas da época. Agora em novembro o suco de abacaxi está delicioso sem precisar de açúcar!

Quantidades

Como até me sentir satisfeita quanto a proteínas e verduras. Procuro consumir uma quantidade menor de legumes e frutas.


Não costumo consumir arroz, feijão, massas ou pães, tampouco leite e seus derivados. Isso acontece porque quero emagrecer, por isso consumo menos carboidratos. Além disso não faço bem a digestão de alimentos com farinha.

Já tentei seguir a dieta low carb mas nela o consumo de frutas é bem limitado, o que pra mim é ruim, pois meu intestino para de funcionar. Mesmo assim procuro orientações no blog do Dr Souto, pois muito dela se aplica ao que preciso.

Sem comer arroz e feijão não costumo ir ao banheiro todos os dias, apenas um dia sim e outro não. Usar o banquinho de cócoras também me ajudou muito quanto á prisão de ventre.

Antes e Depois Bárbara Cavalcante

Meu processo de emagrecimento começou no final de 2014 e desde então já eliminei 32 kg, indo de 120 kg para 88 kg. Nesse meio tempo tive momentos bons e ruins, emagreci muito, recuperei parte do peso e emagreci novamente. Na última vez que me pesei, dia 01/11 eu estava com 88 kg, e minha meta até 31 de dezembro é fechar o ano com 85 kg, somando uma perda de 35 kg.

O processo não é fácil nem rápido, porém consegui vencer coisas que me machucavam muito, como a baixa estima e a compulsão alimentar. Hoje sei que não sou uma pessoa pior por ser gorda, que mereço respeito como qualquer outra pessoa e sei que quero emagrecer por mim, pela minha saúde e não mais para agradar ninguém.