Hoje é dia 11 de outubro, Dia Nacional da Prevenção da Obesidade.

A Obesidade é caracterizada pelo excesso de peso onde mais de 25% do peso total da pessoa é de gordura. É um distúrbio que aumenta muito o risco de problemas de saúde, como diabetes tipo 2 e hipertensão.

Conheço essa doença há um bom tempo. Sempre fui gorda, mas atingi o auge da obesidade em 2013, aos 20 anos. Cheguei aos 120 kg, tinha dificuldades em realizar tarefas básicas, como tomar banho, amarrar os cadarços do tênis e mesmo andar curtas distâncias.

Bárbara Cavalcante gorda

Fui uma gorda saudável por anos, inclusive meu exame de sangue era o melhor aqui de casa. Porém eu me alimentava mal, pulava refeições, consumia muitos produtos industrializados e era extremamente sedentária. Além disso quanto mais eu pensava em emagrecer mais eu tinha compulsões, o que me fazia sentir cada vez mais que eu morreria obesa.

Eis que em 2014 o esperado aconteceu. Eu estava estudando para concurso público na época e na véspera da prova comecei a sentir fortes dores na barriga. Tomei luftal pensando ser gases, mas a dor só piorava. Fui correndo para a emergência e lá fiz exames de imagem e de sangue. Todos estavam alterados.

Eu estava com órgãos inchados, pressão alta, pré diabética e ouvi do médico que, se eu não emagrecesse, provavelmente morreria de morte súbita, pois meu corpo não estava suportando meu estilo de vida.

Saí de lá decidida: Se eu quisesse ter um futuro eu precisaria cuidar do meu presente e emagrecer.

No fim não foram as zoações, as dificuldades físicas, a pressão da família ou a minha própria insatisfação que me fizeram mudar, mas sim minha saúde. Senti muito medo de morrer naquele dia e esse medo me fez seguir firme a dieta de doente que o médico me passou.

Depois dela comecei uma dieta por conta própria e emagreci meus primeiros 20 kg, saindo dos 100 kg. Alguns meses depois cheguei aos 90 kg e hoje estou com 89 kg. Ainda estou em processo, mas hoje não tenho nem metade das dificuldades físicas que eu tinha antes e meu exame de sangue voltou a ser perfeito.

Antes e depois Bárbara Cavalcante

Antes e depois

É difícil vencer a obesidade, pois isso significa mudar hábitos e repensar nosso estilo de vida, mas é possível. A motivação é incontestável: Saúde boa e bem estar. Coisas que todos podemos conquistar com uma alimentação saudável e atividade física regular.

Somos as pessoas mais importantes de nossas vidas e precisamos nos tratar como tal.

Além de uma dieta e exercícios temos que aprender a nos gostar, a exercitar o auto cuidado e o auto amor. Nós merecemos tudo que há de bom no mundo, só depende de nós fazer as escolher certas.

Siga o Ministério da Saúde no Facebook! Lá são divulgados diversos informes, campanhas e informações sobre saúde! A ABESO também está com um site incrível cheio de informações e dicas para quem é obeso ou tem síndrome metabólica.

Força pra gente! 😀