Eu sempre tive o intestino preso, desde criancinha mesmo. Como eu nunca soube o que era fazer cocô de boa todos os dias nem sofria, pra mim era algo normal. Mamãe sempre comprava supositórios e no fim depois de alguns dias eu conseguia fazer alguma coisa.

O tempo passou e fui pra escola. Lá eu descobri que algumas crianças faziam cocô nos banheiros da escola, e aí que eu fui entendendo que as pessoas normais faziam cocô toda hora e não de vez em quando, como eu.

Lembro de um dia da época em que eu estava no ensino fundamental. Eu estava conversando com algum coleguinha. Eis que ele começa a contar sobre como era ruim ir pra casa de alguém e de repente ter vontade de ir ao banheiro. Começou a contar umas histórias que tinham acontecido com ele. Naquele dia fui pra casa triste, pois eu não sentia vontade de fazer cocô nem em casa, quanto mais na casa dos outros.

Na adolescência tive anorexia e bulimia e descobri os laxantes. Eu tomava um comprimido, sentia dores e depois tinha diarreia. Ficava me sentindo fraca e tinha câimbras, mas como saia algo e eu parecia estar emagrecendo, achei que seria algo bom.

Cabô que esse ano faz 8 anos que eu uso laxantes. Alias, usava.

Depois de um coágulo no intestino, chás diversos e tratamentos bem e mal sucedidos decidi desistir. Parei de falar da prisão de ventre com meus médicos, passei a tomar laxante automaticamente e dar isso como meu destino: Não conseguir fazer cocô sem um… empurrãozinho.

Porém esse ano decidi buscar uma nutricionista para me orientar numa dieta. Ela me fez algumas perguntas e dentre elas estava a bendita ” como funciona o seu intestino?”. Respondi que não funcionava, afinal era verdade. Depois de algumas explicações e uma receita de fibras solúveis e probióticos eu vi que vários problemas que aconteciam dentro de mim estavam relacionados ao meu intestino preguiçoso.

Fiber Mais e Prisão de ventre

Assim comecei a tomar os probióticos e as fibras prescritas pela nutri. Além disso a dieta que ela me prescreveu era rica em fibras e gorduras boas. No terceiro dia da dieta eu já estava indo ao banheiro sozinha e depois de começar a tomar as fibras solúveis isso só melhorou.

Antes eu precisava fazer força, me machucava e ficava frustrada. Agora SE eu comer direito vou garantido no final do dia e o melhor: Sem sofrimento.

Probiótico e Prisão de ventre

Probiótico e Prisão de ventre

No momento tomo 3 colheres de azeite extra virgem por dia ( uma colher e meia no almoço e a mesma quantidade no jantar ) , um probiótico ( descrição ao final do post ) e o Fiber Mais, fibras solúveis da Nestlé. Tinha o Fiber Lift também mas era mais carinho, então optei pelo outro.

Fiz um vídeo sobre o assunto, veja aqui:

Então é isso, agora está tudo certo e eu estou feliz e contente fazendo um cocô legal diariamente. Ai ai, como é bom ter um intestino espertinho! O humor melhora, a pele também e o inchaço sumiu. Oba!

  • Probiótico: Lactobacillos acidophilus, rhamnosus, eterococcus faecium, bifidobacteruim/lactobacillos longum e bifidobacterium lactis.
  • O probiótico tomo toda noite antes de dormir, tenho 60 comprimidos e devo tomar 1 comprimido por dia por 2 meses. Custou R$ 373,60 na farmácia de manipulação Flor e Vida.
  • As fibras solúveis como com algum lanche, adicionando 2 colheres de sopa. O Fiber Mais da Nestlé custou R$ 65 no site da Droga Raia ( promoção p/ 2 unidades ).
  • Importante beber muita água.