Navegação

Saúde e bem estar

Como fica minha alimentação quando fico doente?

Olá amorzinhos!

Comentei lá pelo instagram que fiquei doente semana passada e recebi muitas mensagens de carinho. Obrigada! Também recebi muitos questionamentos de como fica minha alimentação quando não estou 100%. Por isso decidir falar um pouquinho sobre isso!

Assim como muitas pessoas, eu também já acreditei que por estar doente eu deveria comer “mais”. Porém mais que isso, eu achava que poderia chutar o balde e comer o que quisesse, afinal pobre de mim, estava dodoizinha.

Eu via a comida como uma forma de compensação por tudo que eu estava passando. Encarava como algo que amenizava meu desconforto.

Pratinho lindo dessa semana!

O problema é que ao ter uma alimentação não balanceada não fornecemos ao nosso corpinho nutrientes que ele precisa para funcionar bem. Também não o ajudamos em sua recuperação e, normalmente, quanto mais doente ficamos mais “confort food” queremos… e mais doente ficamos.

Quando a confort food é uma sopinha de legumes ela nos ajuda, quando é pizza, doces ou coisas assim fica complicado. Não é que esses alimentos sejam proibidos, mas realmente não são os ideais para esse momento de fragilidade do nosso corpinho. Precisamos entender que os problemas foram feitos para serem resolvidos e as doenças para serem curadas. Não faz sentido ficarmos alimentando essas coisas.

Se você está doente, quando for ao médico não peça apenas indicações de remédio ou terapias, mas também sugestões do profissional sobre qual seria a alimentação ideal para ti nesse momento. Se necessário consulte um nutricionista.

Seguem algumas das dicas que já recebi dos meus médicos:

  • Para evitar gripes e resfriado se atente sempre a ingestão de vitamina C, principalmente no inverno.
  • Evite alimentos de difícil digestão quando não estiver 100% e também aqueles com maior risco e contaminação (carne vermelha, pescados crús, camarão, folhas cruas fora de casa)
  • Não tem nada que uma canja ou sopinha de legumes não amenize. Prefira alimentos quentes e leves no inverno e pratos frescos no verão.
Sopinha de legumes!

Tudo na natureza se adapta às estações do ano, clima, marés etc. Por mais que muitas vezes nos esqueçamos, fazemos parte da natureza. Assim, busque ter uma rotina própria para o inverno e outra para o verão. Isso vale para exercícios, dieta e cuidados pessoais.

Se você está passando por uma fase complicada, faça a sua parte pela sua melhora. Coma bem, durma direitinho e tenha carinho por ti. Um banho quente e cobertas fofinhas aquecem o corpo e o coração nos dias frios. Água de coco e chinelos lindinhos animam os dias de verão.

Adapte-se e não deixe de fazer algo por ti. Você vale muito, inclusive é a coisa mais valiosa da sua própria vida!

Veja também:

Beijinhos!

2 comentários

 

 

ir ao topo