Hoje trago pra vocês algumas dicas de como comer menos sem sofrer psicologicamente. Todas elas eu testei e algumas uso até hoje. Foi com elas que aprendi que não preciso comer uma montanha de comida para ficar satisfeita, e assim consegui emagrecer mais de 30 kg.

Não se deixe sentir aquela fome desesperadora

Você não precisa comer exatamente de 3 em 3 horas, mas é importante que coma mais de 3 vezes ao dia, pois assim sentirá menos fome e o risco de compulsões alimentares diminuirá. Além disso comendo mais vezes ao dia seu metabolismo estará sempre ativo, otimizando assim a perda de peso.

É bom DEMAIS comer quando estamos com fome, mas não precisa ser aquela fome em que seu estômago grita antes por piedade e depois por clemência. Tenha dó dele e de você, pense antes de comer e beba coma com moderação.

Pense com antecedência no que vai comer

Quando a fome bate nosso instinto de sobrevivência fala mais alto e saímos devorando o que vemos pela frente. Sabendo disso deixe pela frente um salada pronta (de pote, por exemplo), uma frango pronto para grelhar e um arroz integral pronto para esquentar.

Caso trabalhe fora leve quentinhas em recipientes que possam ir ao microondas ou prefira saladas frias:

Refeições Bárbara Cavalcante

Deixar tudo a mão pronto ou semi pronto já é meio caminho andado para você seguir sua dieta e comer sem desespero.

Respira e não pira

Quando entrei no Spoleto para pedir uma salada dei GRAÇAS A DEUS por a fila estar grande, pois naqueles 10 minutos esperando pensei em comer lasanha, a promoção do dia, macarrão ao molho branco… Mas tive tempo de  desistir, pois lembrei que como um prato de macarrão e depois fico arrasada pois demorarei uns 3 dias de caminhada para queimar as calorias de 1 refeição mal pensada.

Assim consegui pedir a salada e me surpreendi, pois era leve e deliciosa. O mesmo vale para o Starbucks, onde saí do chocolate quente para uma bebida detox.

Refeições Bárbara Cavalcante

Quando for comer fora pense 10x antes de sair se jogando no self service ou nas sobremesas como se nunca tivesse comido na vida. Pense que todas as suas ações tem consequências… logo aja pensando no resultado que quer para a sua saúde e para o seu corpo.

Diminua pratos e talheres

DICA DE OURO! Antes eu comia em pratos imensos uma pequena quantidade de comida, assim quando acabava sempre sentia que estava faltando alguma coisa. Fui ensinada a comer um prato cheio e acabar até com o último grão de comida, então é normal que eu me sinta estranha comendo pouco.

A boa notícia é que isso é facilmente solucionado diminuindo o tamanho dos pratos e talheres.

PRATO NORMAL:

Refeições Bárbara Cavalcante

PRATO DE SOBREMESA:

Refeições Bárbara Cavalcante

No fim o prato de sobremesa cabe dentro do normal.

Refeições Bárbara Cavalcante

Nesse dia além desse prato pequeno de arroz, feijão e carne ( feita sem óleo algum ) fiz um pote de salada de rúcula, alface, tomate, cebola e agrião. #fikdik

Você pode substituir os pratos e talheres pelos de sobremesa, assim você demorará mais para comer e terá mais tempo para ficar satisfeito.

Refeições Bárbara Cavalcante

Escolha suas companhias

Coma sozinho ou com pessoas que comam moderadamente. Quando comecei minha dieta eu comia sozinha na mesa ou me escondia no meu quarto. Sempre fiz isso para evitar ver os pratos dos meus familiares cheios enquanto eu comia folhas e frango grelhado.

Você pode comer só ou com algum parente que coma parecido com você.

Refeições Bárbara Cavalcante

Chuchu. ovo e flor de brócolis.

É bom evitar comer com pessoas que pensem diferente, pois você pode acabar ouvindo algo como “Só vai comer isso?“, “Tem mais arroz na panela.“, “Quer pudim de sobremesa?” e tudo isso pode tornar a experiência da dieta muito mais difícil e sacrificante.

Separe

Inclua verduras e legumes na sua dieta e os deixe num recipiente separado. Deixo num prato arroz e feijão (quando como) e a carne, e numa vasilha separada deixo a salada.

Refeições Bárbara Cavalcante

Agrião hidropônico e chips de batata baroa.

Isso de ter que buscar comida em recipientes diversos faz com que você sinta que está comendo mais do que realmente está, o que te deixará mais alegrinha.

Menos é mais

Precisamos ingerir menos calorias do que gastamos para que assim possamos perder peso. Por isso comer menos é bom, lembrando que você pode compensar a diminuição da quantidade de carboidratos com o aumento da quantidade de frutas, legumes e verduras.

engordar

Porém lembre-se que seu estômago pode estar dilatado por conta de anos comendo em grande quantidade, então vale a pena comer pouco e sentir um leve vazio por algumas semanas, pois assim seu estômago diminuirá e depois ficará mais fácil de se manter na dieta e nunca mais engordar.

É isso pimpolhos, espero ter ajudado e qualquer dúvida estou á disposição! Testei TODAS as dicas e levo algumas até hoje, são todas super possíveis e ajudam de verdade na dieta e perda de peso.