Quem me acompanha há algum tempo lá no canal sabe que eu sempre tive dificuldade de tomar café da manhã. Minha digestão logo após acordar não é boa, e quando como pão ou qualquer coisa mais elaborada tenho refluxo ou má digestão.

Assim eu quase nunca comia algo pela manhã e quando o fazia era sempre uma banana. Isso fazia com que eu sentisse muita fome no horário do almoço, e comer pouco era uma tortura. Além disso eu sempre estava lerda e mal humorada pela manhã.

Eis que há +- 3 semanas visitei uma nutricionista e comecei uma nova dieta, a qual deixei detalhada pra vocês aqui. Lá no consultório comentei com a nutri que minha digestão não funciona bem pela manhã, por isso eu quase nunca tomava café. Ela me explicou que o café da manhã é essencial para uma boa nutrição e respeitando minha digestão, me sugeriu o cardápio abaixo:

  • 1/2 mamão papaia
  • 1 colher de sopa de chia
  • 2 ovos inteiros cozidos ou mexidos ( sem óleo )

O resultado é um café da manhã assim:

Café da manhã

Ela me orientou a usar o mamão e a chia pela manhã para ajudar meu intestino a funcionar, pois sofro de prisão de ventre desde que me conheço por gente. Além da chia e do mamão também consumo 3 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem por dia e fibras solúveis. Tudo isso está me ajudando a colocar meu intestino no ritmo.

Com esse café da manhã leve e com coisas que eu gosto de comer – adoro tudo! – passei a ter mais energia e disposição pela manhã, meu humor melhorou e consigo ficar só com ele até o horário do almoço ( 12h ). Não fico enlouquecida de fome para o almoço e acredito que isso se deva á ingestão de chia, que incha em contato com a água ( importante beber mais de 3 litros ao dia ) e vira uma gelatina, a qual me deixa saciada por mais tempo.

Café da manhã

Achei que fosse ser difícil me acostumar a tomar café todos os dias e no começo realmente foi. Na primeira semana da dieta era difícil acordar a tempo dele ( devo toma-lo por volta de 9h ) e era estranho comer tanta coisa pela manhã, mas fui acostumando. Hoje acordo e vou logo atrás do meu mamão.

Estou muito satisfeita com meus novos hábitos alimentares. Meu cabelo, pele e intestino agradecem, assim como meu humor. Hoje em dia estou sempre disposta e feliz. A vontade de continuar bem é maior que a preguiça de partir ou lavar os alimentos, pois nunca me senti tão bem na vida!