Mostrei pra vocês neste post meu antes e depois com a minha nova dieta orientada pela nutricionista Paola Bazarello, e hoje venho falar sobre as mudanças que fizemos no meu plano alimentar.

Minha dieta tem restrição de carboidratos, muita ingestão de proteínas e diversas gorduras boas. O objetivo dela é me fazer queimar a reserva de gordura do meu corpo, me dar disposição e manter meu intestino funcionando de boa.

Quanto á disposição e ao intestino tudo está bem, mas na primeira fase da dieta meu corpo também acabou com um pouco dos meus músculos ao invés de usar apenas a gordura como fonte de energia. Isso aconteceu porque eu estava ingerindo menos proteína do que o recomendado pela nutri, além de estar pulando refeições.

Assim na minha última consulta ( 29/04 ) conversei com a Dra. Paola sobre tudo isso e fizemos algumas modificações na minha dieta, mudando o horário de algumas refeições e aumentando a quantidade de proteínas que consumo. Além disso falei com ela sobre minha dificuldade em comer arroz integral e sobre eu estar enjoando da dieta, assim mudamos os carboidratos para coisas que eu curto.

Proteínas

Dieta Bárbara Cavalcante

3 ovos mexidos inteiros

Agora como 3 ovos no café da manhã ao invés de 2, e no almoço e jantar posso consumir 120g de frango ou peixe, ao invés de 100g. Ela também ia me liberar carne vermelha mas eu pedi que não incluísse na dieta, pois eu prefiro não comer. Também em orientou a fazer o salgado proteico que ela me indicou e eu nunca fiz. Por dia são no total 360g de frango e mais os 3 ovos do café.

Café da manhã:

  • Meia banda de mamão papaia ( ou formosa )
  • 1 colher de sopa de semente de chia
  • 3 ovos de galinha inteiros – mexidos ou cozidos – pode usar óleo de coco

Carboidratos

frango grelhado com orégano, 1 colher de purê de batata, alface, tomate, cenoura e azeite.

frango grelhado com orégano, 1 colher de purê de batata, alface, tomate, cenoura e azeite.

Antes eu estava comendo duas colheres de sopa de arroz integral e uma concha cheia de feijão. Agora pude parar com o arroz e comer outros tipos de carboidrato, como inhame, batata ou aipim. Total de 100g no almoço e 120g de batata doce no lanche da tarde.

Almoço:

  • 100g de inhame OU aipim OU batata
  • Meia concha de feijão
  • 1 filé de frango médio grelhado
  • Salada de folhas mistas ( alface, rúcula, agrião etc )
  • 3 fatias de tomate
  • 1 colher de sopa de cenoura ralada
  • 1 colher e meia de azeite de oliva extra virgem

Opção de proteína: frango OU peixe de carne branca OU salmão OU sardinha OU atum.

Verduras e legumes: Acelga, agrião, aipo, alface, almeirão, beringela, brócolis, cebola, couve, couve flor, espinafre, palmito, pepino, pimentão, repolho, tomate e rúcula.

Raízes: Aipim, batata baroa, batata inglesa, inhame ou batata doce.

Gorduras boas

Azeite extra virgem premium Santiago.

Azeite extra virgem premium Santiago.

Continuarei consumindo 3 colheres de sopa de azeite extra virgem por dia, além de chia e linhaça. Óleo de coco também está liberado, mas bem pouquinho ( apenas para untar a frigideira se for o caso ).

Lanches

Salgado proteico.

Salgado proteico.

Lanche 1 – 16h

  • 1 banana
  • 100g de abacate
  • 1 colher de sopa de cacau em pó
  • 2 colheres de sopa de fibra solúvel ( fiber mais )

Lanche 2 – 19h

Salgado proteico:

  • 120g batata doce cozida
  • 120g de frango desfiado
  • 1 colher e meia de farinha de linhaça dourada
  • 200g de brócolis cozido

Comida Japonesa

Temaki filadélfia sem arroz.

Temaki filadélfia sem arroz.

Pedi para que ela me liberasse um salmãozinho para a nossa alegria. Assim posso comer 2 temakis de salmão no lugar do jantar, mas isso raramente, quando eu for sair ou algo assim. Devo usar wasabi ( é bactericida ) e nenhum tipo de molho.

Jantar:

  • 1 filé de frango médio desfiado e refogado
  • Salada de folhas mistas
  • 4 fatias de tomate
  • 2 colheres de cenoura ralada
  • 1 colher e meia de azeite extra virgem

Separador

Continuo sem ter lactose ou produtos industrializados na minha dieta. Isso evita retenção de líquido e diminui minhas alergias. Confesso que não sei se sou capaz de pedir um temaki só de salmão, talvez eu nem coma só pra não precisar fazer isso. Essa última foto aí é da minha época de luxúria, talvez eu fique só namorando ela mesmo.

Quando comecei a fazer dieta com orientação foi bem difícil, mas agora estou conseguindo seguir mais tranquila. Ás vezes dá mó vontade de comer besteiras, como doces e massas, mas estou me controlando e pensando na minha saúde. Estou pré diabética e com pressão alta, tudo por consequência da obesidade.

Obesidade é doença e fator de risco para diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares. Além disso ser obeso impõe limitações físicas, deforma o corpo e deixa sequelas para toda a vida, como estrias e flacidez. Quero muito sair dessa condição e mostrar que é possível vencer a obesidade sem neuras, apenas cuidando da saúde e seguindo uma reeducação alimentar legal.

Dra Paola Romeo Bazarello
CRN4: 09100603
Rio de Janeiro, RJ
Tel: (21) 2196 0274